07 março 2010

Somos?

Somos fortes. Omitimos todas as lágrimas. Somos muralhas. Não deixamos nem uma gota passar. Somos espelho. A indiferença é o reflexo de duas partes diferentes. Mas, no final de tudo, não somos nada. Somos força de um sonho. Sobrepomos dificuldades cotidianas. Somos brilho ofuscado. A visita sequer menciona seu nome. Somos a tristeza em silêncio. No final de tudo, realmente, não somos nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De dentro

Erupção... ERUPÇÃO erupção, erupção, erupção explosão Explosão... de dentro atravessa a pele mancha, mancha, mancha manifestação ...