25 junho 2014

A Bela e a Fera


Acabei de rever o filme (desenho) clássico da Disney "The Beauty and the Beast" depois de muitos anos. Acho que a última vez que o vi ainda era criança, tanto que muitas cenas eu nem recordava. Mas, uma coisa muito legal que eu percebi em relação a este filme são as mensagens que ele transmite. Mensagens que quando somos crianças não é tão simples de perceber. 

Por exemplo, todos sabemos que a Bela é apaixonada por livros, certo? Entretanto, as músicas retratam algo além disso. A discriminação que ela sofre por ser estudiosa e diferente dos outros moradores da cidade. É considerada quase que uma alienígena. 

Não menos que isso, um galã da cidade, o tal Gastom é o exemplo do homem machista. Ele deseja a todo custo casar com a Bela, mas não porque seja apaixonado por ela. O interesse dele parece ser somente o da conquista difícil. Fica muito claro que ao casar com ele, a Bela se tornaria uma dona de casa. 


É uma crítica até engraçada aos machões bombadinhos, a meu ver.

Agora uma das mensagens mais bonitas e, possivelmente, a principal é enxergar as pessoas além das aparências. A Fera nada atraente consegue conquistar o coração da Bela. É claro que não foi tarefa fácil também domá-lo. Ambos com temperamento difícil precisaram ceder para conviver pacificamente. Assim, aos poucos foram se aproximando de maneira cada vez mais doce e amigável a ponto de se apaixonarem.

A temática desse filme aparentemente infantil é muito bonita. É uma das poucas princesas que não se apaixonou a primeira vista e que possui uma visão mais crítica do mundo em que vive. Também não é representada como uma dama indefesa e pelo que tudo mostra ela foi quem salvou a Fera do seu destino solitário.


Palmas para Bela! :)


22 junho 2014

Blogs X Vlogs

Olá caros leitores!

Hoje resolvi trazer para a discussão um comparativo entre blogs e vlogs. Para os que não estão familiarizados com os nomes (o que eu acho um tanto difícil), vou diferenciá-los para vocês. Blogs são plataformas utilizadas basicamente para divulgação de ideias através da escrita. Aí você encontra alguns sites de hospedagem gratuita como o Wordpress e o Blogger. Ou então você próprio pode criar um domínio e custear a hospedagem. Isso fica a critério de cada um. Já os vlogs são mais recentes (talvez nem tanto assim), e utilizam como meio de propagação de ideias os vídeos. Como muitos de vocês devem conhecer, no Youtube há vários deles.

Entre as duas maneiras de expressão eu particularmente fico com a primeira. Principalmente porque a escrita é o meio de expressão que me deixa mais confortável. Eu adoro escrever. Às vezes mesmo sem a expectativa de que alguém possa ler e trocar ideias. Como eu me sinto bem me comunicando desta forma, há momentos em que o simples ato de escrever me ajuda a espairecer. Acredito que eu ainda mantenha o blog (de fato) pela necessidade de escrever, mais do que qualquer coisa. 

Agora eu hei de concordar que os vlogs sejam muito mais disseminados pela facilidade e rapidez com que você pode obter a mesma informação. As pessoas raramente param para ler um post, ainda mais se o mesmo estiver grande. Podemos facilmente observar isso com a popularização do Twitter. Afinal, para quê mesmo mais do que cento e quarenta caracteres para dizer algo? Eu mesma tenho uma conta, mas pouco utilizo. Quanto aos vlogs... não sou muito boa com público (tímida) e acho que não teria carisma para criar um vlog. Mas acompanho alguns.

Enfim! As duas formas de disseminar ideias são úteis, embora o alcance possa ser diferenciado. Comparo o mesmo com "ler um livro" ou "assistir um filme". Qual dos dois é mais "fácil"? Pois é!

20 junho 2014

Chico Buarque 7.0

 
Hoje o cantor e compositor Chico Buarque completa mais um ano de vida. Recordo-me a época em que suas canções mais tocavam o fundo de minh'alma. Era um momento bastante vívido. Não conseguia ouvir "Valsa brasileira" sem acompanhar a melancolia apresentada na música. É o tipo de música que invade o coração. E o que falar de "Futuros amantes"? Tantas recordações e promessas perdidas. São várias músicas lindas que ao longo da carreira o cantor nos foi presenteando que é até difícil de escolher uma preferida. Hoje escuto Chico, mas a intensidade não é mais a mesma. A música penetra os ouvidos sem fazer aquele estrago e os batimentos deleitam-se em calmaria. A vida anda tranquila. O passo anda lento e as estrelas são detalhes de uma rotina.

Parabéns Chico!

16 junho 2014

De volta com novo layout

Cá estou eu postando! Resolvi dar uma variada no layout e eu acho que este ficou muito bom. Bem clean. Encontrei o modelo no BTemplates. Estou pensando em fazer um meu personalizado, mas ainda não parei para refletir sobre uma ideia que fique legal. Aí a alternativa mais fácil (no momento) é buscar layouts prontos. Por sinal, no site indicado tem vários e um mais bonito que o outro. Para quem não quer pagar por um layout, não tem tempo ou não sabe fazer, vale a pena dar uma conferida lá.


Bom, caros leitores, decidi retornar com as atividades por aqui por um motivo forte: eu adoro escrever. Às vezes sinto que é a maneira como eu posso aliviar alguns turbilhões de pensamentos que não sossegam. Também estou com um tempo livre (por enquanto). Espero que eu continue dando as caras por aqui. Na realidade, eu sempre volto. Não tenho coragem de excluir esse blog. Não foi o primeiro que criei (certamente), mas foi o único que durou tanto tempo. Ainda que eu não seja muito frequente em determinados períodos.

O conteúdo do blog, por ser pessoal, é um tanto diversificado. Basicamente é o meu espaço para tratar de interesses que possuo, tais como cinema, livros, corrida de rua, desenhos, física (embora eu fale muito pouco sobre a minha formação), e o que mais aparecer. Em alguns momentos também posto sobre textos de minha autoria. Meus desenhos são um pouco escassos por aqui, pois possuo uma página no facebook e para quem tiver vontade de conhecer o link é: Natália Menezes.

Para um post de retorno acho que está de bom tamanho. Devo voltar com textos mais interessantes nos próximos dias (assim espero).

:)

De dentro

Erupção... ERUPÇÃO erupção, erupção, erupção explosão Explosão... de dentro atravessa a pele mancha, mancha, mancha manifestação ...