01 novembro 2011

Um mês e uma estratégia

Começo minha jornada pela madrugada com uma xícara de café preto adocicado à gosto. Fazia algum tempo que não conseguia prender minha atenção exclusivamente na estratégia marcada. Estou com uma sensação um pouco estranha de que, metaforicamente, hei de parir em um mês. Tem sido bem curioso imaginar meu trabalho de conclusão de curso como um filho que vou cuidando e embelezando com afinco. A preciosa satisfação em produzir algo que o permita sentir-se útil não me faz entender o trabalho como um fardo que comumente é entendido por alguns estudantes. Pelo contrário, como pontuei anteriormente, é importante conceber a oportunidade para expor a sua unicidade dentro do meio acadêmico, e consequentemente dentro da sociedade. Bom, esse é apenas um breve relato de um pensamento em relação à minha "jornada". É possível que eu poste nos próximos dias enquanto faço um intervalo mental entre uma anotação e outra. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De dentro

Erupção... ERUPÇÃO erupção, erupção, erupção explosão Explosão... de dentro atravessa a pele mancha, mancha, mancha manifestação ...