16 agosto 2014

O mágico de Oz - Livro (Spoilers)


 Pela primeira vez li “O mágico de Oz”! O livro conta a história de uma garota chamada Dorothy que foi levada do Kansas, através ciclone, a um mundo por ela desconhecido. A narrativa em terceira pessoa relata a aventura da garotinha e seu cachorrinho Totó, neste mundo mágico e totalmente novo, em busca de um meio para voltar para casa (no Kansas) onde morava com seus tios – tio Henry e tia Em.

Mundialmente conhecido, o livro de L. Frank Baum é comparado à aventura da pequena Alice (do país das maravilhas). Existem vários elementos “sem noção“ na história, mas é aí que a criatividade e originalidade afloram. É um livro infantil, a meu ver, mas que todos os adultos deveriam ler. Traz lições muito importantes para as crianças que ainda estão em fase de construção e consolidação de valores.

No meio da aventura encontramos personagens singulares: um espantalho, um lenhador de lata e um leão covarde. Cada um deles acompanha Dorothy em sua jornada até o incrível e majestoso mágico de Oz, na cidade das esmeraldas, com a esperança de obter o que tanto almejam para sua vida. O espantalho infeliz por sentir-se burro anseia conseguir um cérebro que possa proporcioná-lo a inteligência dos homens. O lenhador, uma vez homem, castigado pela Bruxa Má do Leste - por se apaixonar por uma moça - foi transformado aos poucos em lata, e deseja um coração para que possa amar novamente. Já o leão, triste por ser covarde e não saber impor-se na floresta como o Rei dos animais, mais do que tudo, quer coragem para assim governar os animais.



Durante a história nos deparamos com outros personagens que ajudam os quatro amigos a chegarem à cidade das esmeraldas. Os obstáculos encontrados no caminho nos mostram que o coração, o cérebro e a coragem são elementos que surgem naturalmente dentro de cada um dos respectivos personagens quando se deparam com as dificuldades, e que apenas eles não conseguiam enxergar o óbvio. Mesmo assim, o lenhador de lata, o espantalho e o leão covarde pedem ao mágico de Oz que lhes dê as essências que buscam. Talvez uma das maiores lições seja que ter compaixão, uma mente afiada e coragem para vencer os medos são coisas que partem de dentro de cada um de nós, de quem nós somos e o que desejamos ser, e não um atributo externo que possa ser comercializado.

Dorothy e Totó por outro lado tinham um problema bem maior, porque viajar entre mundos distintos realmente não é algo trivial. Assim que chegam à cidade das esmeraldas e encontram o mágico de Oz, os quatro viajantes ficam desamparados com a resposta que obtém. O mágico só atenderia os desejos deles se obtivesse algo em troca e esse algo seria matar a Bruxa Má do Oeste. “Como poderiam?” , pensaram. A viagem tinha sido exaustiva e não tinham conseguido o que tanto almejavam.

Desistir seria demais para eles. Seguiram em direção ao Oeste e conseguiram destruir a Bruxa Má do Oeste, não sem passarem por alguma dificuldade. No momento do retorno dos mesmos ao palácio do mágico descobrem que o mesmo não passava de uma grande fraude. Mas mesmo assim, aguardaram que o mágico pudesse encontrar uma solução para seus problemas. Para o espantalho, o lenhador e o leão, a situação foi bem simples, reconhecendo em tais personagens aquilo que queriam, deu-lhes uma espécie de elemento de efeito placebo. Ou seja, ele realmente não lhes deu nada, apenas os fez acreditar que tinham recebido o que queriam, e partir de então, acreditando em si mesmos, os três passaram a possuir os atributos que tanto queriam. No fim, foi tudo uma questão de: acredite em você. 


Dorothy e Totó já não conseguiram voltar para casa, porque é claro que um mágico farsante não poderia fazer muita coisa. Mas foram influenciados a seguir para o Sul atrás de uma boa Bruxa que pudesse levá-los para casa. E com a ajuda dos seus novos amigos, Dorothy foi capaz de alcançar seu objetivo. A Bruxa deu a Dorothy sapatinhos de prata mágicos e a garotinha foi levada ao Kansas onde reencontrou sua família.

Dorothy em toda história representa a ingenuidade e por isso também obteve êxito em sua aventura. Como disse, é uma história que todos deveriam ler, devido à mágica e também pelas mensagens que você pode extrair. É uma leitura rápida e com ações e desfecho de problemas em poucas páginas ou linhas. 


 Ps.: Nunca vi o filme, só conhecia por nome. Resolvi ler após Once Upon a Time ter inserido a história em sua terceira temporada. 

Um comentário:

  1. Uma das minhas histórias preferidas na vida, incluindo todas as adaptações, tipo Wicked! Eu amo amo amo esse filme desde pequenininha, e só recentemente eu descobri que era uma série de livros!
    Meu namorado não conhecia e eu apresentei, dai ele leu esse e disse que é demais mesmo! Tá na minha lista pra ser lida, com certeza <3

    Beijos da Tabatha!
    http://www.naocontapraninguem.com
    http://www.youtube.com/blogncpn

    ResponderExcluir

De dentro

Erupção... ERUPÇÃO erupção, erupção, erupção explosão Explosão... de dentro atravessa a pele mancha, mancha, mancha manifestação ...